Ação e Reação? YouTube está sendo processado por ESPIONAGEM ao tentar impedir os adblockers

YouTube pode estar te espionando? Entenda o processo de Hanff.

Em um cenário online cada dia mais preocupante, um novo medo é desbloqueado nos usuários da internet, graças a uma controvérsia que ganhou forma, envolvendo o YouTube, uma das grandes plataformas de vídeos, gerenciada pelo próprio Google. 

Acontece que um especialista em privacidade digital, chamado Alexander Hanff, acabou descobrindo algo muito intrigante, que o fez entrar com uma medida legal contra o YouTube, acusando a empresa de espionagem. Vamos entender melhor a seguir? 

O YouTube está te espionando?

Para você entender melhor, a acusação de espionagem aos usuários surgiu logo após o especialista acompanhar em detalhes como a empresa conseguiu identificar e bloquear o uso de Adblockers, os famosos bloqueadores de anúncio. 

Esta acusação traz à tona práticas que, segundo Hanff o especialista, são ilegais de acordo com a União Europeia. 

Sua alegação diz que o YouTube faz o uso de scripts que são capazes de detectar os usuários que estão fazendo o uso de adblockers, impedindo a reprodução de vídeos em suas contas. 

Em resumo, essa abordagem também pode ser vista como uma espécie de ultra vigilância, o que acaba violando as normas de privacidade, que estão em vigência na região.

E se você pensou que acabou nisso, está muito enganado meu querido leitor, afinal Hanff acabou descrevendo os scripts usados pelo YouTube como uma forma de spyware, que nada mais são, aplicativos que acabam monitorando usuários sem seu consentimento ou conhecimento prévio.

O que é Spyware?

Para entender melhor a gravidade de um spyware, trouxemos uma breve explicação sobre o mesmo. Em primeiro lugar, o spyware é uma forma de software malicioso que opera nas sombras, coletando informações dos usuários sem sua ciência ou consentimento, como mencionamos anteriormente. 

Em meio ao cenário tecnológico, é crucial entender e enfrentar essa ameaça que permeia nossos dispositivos.

Esses programas clandestinos muitas vezes se disfarçam, apresentando-se como aplicativos aparentemente inofensivos ou vinculados a downloads que julgamos seguros.

youtube
Imagem: Divulgação

No entanto, sua missão é clara: coletar dados sensíveis, como senhas, históricos de navegação e detalhes financeiros, podendo levar a consequências sérias, como até mesmo roubo de identidade ou fraudes.

Sabendo disso, não é normal ficar assustado com a prática que o YouTube abordou para conseguir retirar de circulação os bloqueadores de anúncios em todos os países? Para sabermos o fim dessa trama, precisaremos aguardar os próximos dias ou meses, e ver o que dará a acusação de Hanff.

Por fim, independentemente dos anúncios serem exibidos ou bloqueados, se mais especialistas entrarem com medidas legais, iguais Hanff, problemas podem surgir na vida da plataforma que busca exibir vídeos longos, curtos e médios.

Quer acompanhar mais notícias incríveis como essa?

Não deixe de acessar diariamente o Falando com Nerds seu portal de notícias tech.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept