TikTok e YouTube ganham data limite para Listarem Medidas de Proteção Infantil

TikTok e YouTube tem data limite para listar suas medidas de proteção infantil.

A União Europeia (UE) tem se posicionado de forma mais assertiva no que diz respeito à proteção das crianças e adolescentes, além de combater a proliferação de desinformação nas plataformas digitais. Dito isso, novidades chegaram para o TikTok e YouTube.

Recentemente, a Comissão impôs um prazo para que gigantes da tecnologia, como TikTok e YouTube, apresentem suas estratégias para assegurar um ambiente mais seguro em conformidade com a Lei dos Serviços Digitais (DSA).

O conglomerado de regras, regido pela DSA, é uma resposta da UE ao crescente desafio de proteger os jovens usuários de conteúdos potencialmente prejudiciais. 

O prazo estipulado é até 30 de novembro, e as empresas, em particular o TikTok e o YouTube, precisam demonstrar claramente como estão aderindo a essas normas e tomando medidas concretas para garantir a segurança dos usuários mais jovens em suas plataformas.

TikTok e YouTube e o recente encontro com os líderes da UE

O TikTok, liderado por Shou Zi Chew, enfrentou recentemente um encontro com líderes da UE, onde discutiram especificamente o papel da rede social na disseminação de desinformação durante o conflito entre Israel e o Hamas. 

Essa reunião evidencia a preocupação crescente com a influência das plataformas digitais, como TikTok e YouTube, na divulgação de informações durante crises internacionais e como isso pode impactar a percepção do público sobre eventos sensíveis.

O desafio de proteger o público mais jovem em plataformas digitais é uma prioridade crescente para governos e entidades reguladoras em todo o mundo, já que anos atrás, muitas crianças sofreram com brincadeiras de mau gosto que se proliferaram nas redes sociais, como o jogo da Baleia Azul, por exemplo. 

A segurança dos jovens vem em primeiro lugar

A Comissão Europeia busca não apenas estabelecer regras claras para a proteção dos usuários mais jovens, mas também garantir que as empresas estejam realmente cumprindo e adotando medidas eficazes para garantir a segurança online.

TikTok e YouTube
Imagem: Divulgação

Essa necessidade de regulamentação tornou-se mais urgente à medida que a presença online se tornou parte integrante da vida cotidiana de crianças e adolescentes, que passam horas no TikTok e YouTube. 

Contudo, as redes sociais, como o TikTok e o YouTube, tornaram-se um terreno fértil para a disseminação de conteúdo, incluindo informações prejudiciais e desinformação. Portanto, estabelecer regras e diretrizes claras para essas plataformas se tornou crucial.

As regras da DSA se concentram em vários aspectos, como transparência, remoção eficaz de conteúdo prejudicial, proteção de menores, prestação de informações claras sobre o funcionamento dos algoritmos e garantia de que as plataformas não contribuam para a disseminação de desinformação.

Quer acompanhar mais notícias incríveis como essa?

Não deixe de acessar diariamente o Falando com Nerds.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept